Voluntários Code Club Brasil

Notícias, ferramentas, materiais e muito mais!

Clubes em destaque: Vila Velha – ES!

Conheça um pouco sobre a experiência do Mikael Hadler, que junto com sua ex-professora da escola técnica, Jamilli Ricarto, fundaram um Code Club em Vila Velha – ES!

"Utilizamos o projetor e a aula ficou bem dinâmica."

“Utilizamos o projetor e a aula ficou bem dinâmica.”

Code Club Brasil: Por que você se interessou em ser voluntário do projeto? Você tem alguma formação na área?

Mikael Hadler: Em primeiro lugar, sou um apaixonado por informática, gosto de atividades e conhecimentos livres, pois o pensar em comunidade ao meu ver, fica muito melhor. Achei que ensinar crianças seria um desafio pelo fato de poder influenciar a criatividade e o raciocínio lógico, uma oportunidade muito bacana para desde já moldar pensadores. Sim, sou Técnico de Informática pelo CEET Vasco Coutinho.

Code Club Brasil: Como foi o processo de encontrar um local e as crianças para fundar o clube?

Mikael Hadler: Em um primeiro momento que conheci o projeto do code club brasil, pensei em formar um clube pequeno para ensinar em minha própria residência, mas não era viável por não ter espaço e nem tantos computadores. Porém, uma ex professora (Profa. Jamilli Ricarto) do curso técnico ao qual sou formado me convidou para dar aulas de programação com scratch para as crianças na escola em que ela dava aula, foi daí que conversamos e contei sobre o projeto, que o material era todo cedido pelo projeto e que seria muito bacana formar este clube.

"Fizemos os crachás plastificado para os guris com uma turma de quase 20 alunos"

“Fizemos os crachás plastificado para os guris com uma turma de quase 20 alunos”

Code Club Brasil: Você já tinha experiência ensinando crianças? Encontrou alguma dificuldade em sala?

Mikael Hadler: Nunca havia tido a oportunidade de ensinar a crianças e de cara já vi que seria um grande desafio. Tive dificuldade para me soltar no início, mas logo a galerinha me tranquilizou, ser chamado de professor é muito gratificante e outra, eles adoram explorar o scratch e as suas bibliotecas, são muito espertos!

O clube foi fundado na escola em que Jamilli Ricarto leciona. A sala conta com ótima estrutura"

O clube foi fundado na escola em que Jamilli Ricarto leciona. A sala conta com ótima estrutura: “Com mesas adequadas e computadores com LE – Linux Educacional ao qual pudemos instalar o Scratch em sua versão offline e não sentimos a necessidade de trabalhar online.”

Code Club Brasil: O que você pôde observar da relação dos alunos com o conteúdo e método de ensino?

Mikael Hadler: No início achei que teríamos dificuldade para que eles interpretassem alguns cenários, por alguns ainda não saberem ler e escrever completamente, mas está sendo muito tranquilo, os métodos são bem didáticos e eles tem aceitado com muito alegria.

"Sinto uma necessidade de aprender mais sobre comunicação e formas de didática, tem sido bem desafiador e divertido ao mesmo tempo."

“Sinto uma necessidade de aprender mais sobre comunicação e formas de didática, tem sido bem desafiador e divertido ao mesmo tempo.”

Ensinar crianças é um desafio e aprendizado. Não tenha medo se você não possui experiência com uma turminha, procure um local, cadastre-se em nosso site e inicie um novo clube também!

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário