Voluntários Code Club Brasil

Notícias, ferramentas, materiais e muito mais!

Hack’n’Slash: o jogo que mistura programação e enigmas!

A crença de que no futuro teremos que nos relacionar com a tecnologia de forma mais ativa e comunicativa faz com que cada vez mais iniciativas sejam tomadas para aproximar as próximas gerações das máquinas.

E essa é a idéia do jogo “Hack’n’Slash”, cujo nome é uma brincadeira com o termo “hack”, que em computação tem seu uso mais comum hoje como “modificação de software e/ou hardware feita pelo usuário”, e o gênero de jogos definido como “Hack and Slash” (veja mais aqui).

hack

Desenvolvido pela Double Fine, Hack’n’Slash é um jogo de resolução de enigmas e quebra-cabeças usando a modificação das propriedades dos objetos, do comportamento das criaturas e até mesmo reescrevendo o código do próprio jogo. Como sua própria descrição oficial diz: a única maneira de ganhar é não seguir as regras!

Hack-3

O personagem principal possui uma espada com um conector USB e que terá efeito sobre vários objetos presentes no jogo. Ao tocar sua espada neles, você tem acesso às propriedades desse objeto ou criatura no jogo. E então é possível modificá-las como quiser. Para quem não está acostumado a programar, a experiência pode ser um pouco estranha, mas é no mínimo curiosa, pois todos os jogos que jogamos tem por trás de seus elementos as propriedades que em Hack’n’Slash podemos acessar e modificar!

turtles

Um dos maiores ganhos dos que se aventurarem no jogo será na capacidade de abstração, que consiste “na habilidade de concentrar nos aspectos essenciais de um contexto qualquer, ignorando características menos importantes ou acidentais.”. Basicamente, fará o jogador enxergar o jogo de uma maneira mais próxima da que o programador o vê.

O jogo está disponível pelo Steam por R$36,99 e roda tanto em sistemas Linux quanto Windows.

E aí o que achou? Conhece outros projetos que tem uma temática parecida? Conta aí pra gente nos comentários! 😉

This entry was posted in Notícias and tagged , , . Bookmark the permalink.

Deixe um comentário